Grávida é assassinada dois dias antes do parto por quem menos esperava

Corpo da gestante foi encontrado em matagal e a suspeita inicial foi descartada e o verdadeiro assassino acabou confessando.
Um crime bárbaro aconteceu em Serrinha, no interior da Bahia, neste sábado (16).

 

Uma grávida foi brutalmente assassinada. A mulher estava em seu nono mês de gestação e foi encontrada por ciclistas em uma mata. A cidade em que o crime aconteceu fica a 183 Km da capital baiana, Salvador. A suspeita é de que ciúmes fizeram com que o marido da grávida tirasse a vida da mulher. O criminoso tinha ciúmes da esposa e pensava que o filho seria de outro homem, segundo relatos da vizinhança que conhecia o casal. Nas redes sociais, existem diversas imagens do casal comemorando a gestação juntos, mas parece que Adilson Prado Lima Júnior, de 25 anos, já estava pensando em dar um fim na vida da esposa.

 

Marido foi preso no dia posterior ao crime após policiais desconfiarem dele
O criminoso foi preso horas depois que o crime aconteceu pela polícia, no dia seguinte ao assassinato da gestante. O homem chegou a procurar as autoridades, dizendo que sua esposa havia desaparecido, para depois alegar sua inocência. Adilson esteve na delegacia no sábado (16) para dizer às autoridades que sua esposa saiu durante a tarde e não mais retornou para a casa. Daiane já estava morta em um matagal e Adilson tentava se livrar do crime.

 

Criminoso acabou se contradizendo em depoimento e autoridades concluíram que ele tinha culpa no crime da gestante
Mas após diversos depoimentos contraditórios, Adilson viu-se obrigado a confessar o crime. O homem decidiu confessar depois que o corpo da mulher foi encontrado por ciclistas que faziam uma trilha próximo do local em que Adilson levou a mulher.

O criminoso acabou confessando aos policiais que dispensou a arma utilizada para matar Daiane em um matagal. Agindo de forma premeditada, Adilson pegou os documentos e o celular da esposa para dificultar a sua identificação depois que o corpo fosse descoberto, o que não demorou muito tempo para acontecer.

Homem levou esposa grávida de nove meses até o matagal e atirou contra a cabeça dela
Adilson matou a gestante com um único tiro em sua nuca, e abandonou o corpo no local em que os ciclistas o encontraram no dia seguinte ao assassinato. O corpo estava próximo ao povoado de Barra do Vento, um local que fica a 8 km de Serrinha – BA. Imagens de uma câmera também conseguiram provar que o depoimento inicial de Adilson era falso. Algumas filmagens mostravam o criminoso saindo de Serrinha – BA usando o veículo do seu irmão e depois retornando sozinho para a cidade.

 

Daiane estava com o parto marcado para esta segunda-feira (18), dois dias depois que ela foi assassinada
No segundo depoimento Adilson já estava se contradizendo, e o criminoso acabou confessando o crime que cometeu.

A gestante estava com o parto marcado para esta segunda-feira (18) e morreu dois dias antes de dar à luz seu bebê. Daiane Reis Mota também tinha 25 anos e sua morte causou revolta na população da cidade.

 

Via: blastingnewss

     

Gostou? Compartilhe!

  • 2K
    Shares