Haddad revela que PT poderá apoiar Alckmin no segundo turno contra Bolsonaro

Haddad que foi confirmado como substituto de Lula na disputa eleitoral, em ato falho revelou que PT e PDSB já podem ter estratégia conjunta contra Bolsonaro.

Em um provável segundo turno entre Geraldo Alckmin (PSDB) e Jair Bolsonaro (PSL) na disputa presidencial, o candidato a vice na chapa do PT, o ex-prefeito paulistano Fernando Haddad, não descartou a possibilidade de uma aliança entre petistas e tucanos.

“O PT não tem esse preconceito”, disse, nesta quinta-feira (9), em entrevista promovida pelo banco BTG Pactual, em São Paulo. Haddad, porém, considera que esse quadro seria um “pesadelo”. A instituição tem recebido candidatos ao Planalto. Haddad se pronunciou na condição de representante do PT, já que o principal nome da chapa petista, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), está preso em Curitiba.

Fonte: UOL