Imprensa do exterior repercute vitória de Jair Bolsonaro

Periódicos traçaram perfil do novo presidente e lembraram as polêmicas durante a campanha.
A vitória do candidato do PSL Jair Bolsonaro, na eleição presidencial realizada neste domingo (28), foi destaque em vários portais de notícias do exterior. Alguns deles fizeram longas reportagens e destacaram o perfil do novo presidente do Brasil.

“Jair Bolsonaro já é o presidente eleito e promete ‘mudar o destino do Brasil’”, foi a manchete do jornal Clarin, da Argentina, na noite deste domingo. O periódico destacou que a campanha de Bolsonaro foi baseada “nas denúncias contra a corrupção e a insegurança petista”.

Em outro trecho da reportagem cita que o candidato derrotado, Fernando Haddad, não cumprimentou o presidente eleito e também não fez nenhuma autocrítica com relação à derrota.

Por fim, o Clarin lembrou que Bolsonaro é 16º militar do Brasil e o terceiro a chegar no poder pelo voto direto.

Quem é Bolsonaro?
Quem é Jair Bolsonaro? Questionou o jornal americano The Washington Post, publicada ainda enquanto os brasileiros estavam se dirigindo às urnas. O jornal destacou as principais posições do então o candidato e ainda citou que os ambientalistas deram um suspiro de alívio quando Bolsonaro recuou nas ameaças de seguir os passos do presidente americano Donald Trump e retirar o Brasil do acordo global de Paris. A reportagem também falou sobre a onda de protestos que atingiu sua candidatura, citando até mesmo a cantora Madonna.

Ainda nos Estados Unidos, a rede de televisão CNN destacou na capa de seu portal a vitória do candidato do PSL. “Candidato e extrema-direita vence eleição presidencial no Brasil”.

A emissora destacou ainda que a vitória de Bolsonaro encerra “uma das campanhas políticas mais polarizadoras e violentas da história do Brasil”. A reportagem ainda lembrou o atentado que ele sofreu em setembro, durante um ato de campanha, em Juiz de Fora, em Minas Gerais.

A rede de televisão britânica BBC buscou analisar algumas questões que passaram na cabeça do eleitor brasileiro ao eleger Bolsonaro. Um dos pontos citados, na visão da BBC, é que o brasileiro já estava farto dos governos petistas. Também foi citada a onda de protestos de mulheres contra a candidatura de Bolsonaro, mas lembrou que ele era o preferido do eleitorado feminino.

A imprensa de Portugal também destacou a vitória do militar. O JN Notícias afirmou que o novo presidente brasileiro “transformou-se num líder capaz de mobilizar milhares de eleitores desiludidos” e também traçou um breve perfil do presidente eleito.

Via: Blastingnews

Compartilhe em Suas Redes Sociais