INTERVENÇÃO MILITAR pode acontecer a qualquer momento

Sites de esquerda desde o fim dessa tarde de quarta-feira têm espalhado informações sobre caos institucional e possibilidades de intervenção MILITAR. É interessante que esse tipo de coisa venha da esquerda brasileira. Sites como o 247 costumam “ jogar no ar” sutilmente as sugestões para que se implemente aquilo que é o desejo de seus líderes.

Até alguns meses atrás, quando DILMA e companhia ainda estavam no controle do país, a intervenção militar era como uma assombração. Mas, no momento em que estão fora do governo, se uma ação desse tipo viesse a ocorrer, embora nada indique que exista essa possibilidade, DILMA seria uma das vozes que clamariam bem alto pelo retorno da “democracia” e, quem sabe, retornaria aos braços das multidões da esquerda como a heroína que renasce das cinzas para “libertar” o Brasil dos braços dos terríveis torturadores, os militares das Forças Armadas.

Os próprios comandantes das Forças Armadas têm declarado seguidamente que não há qualquer possibilidade de ocorrer algo similar a 1964. Dizem que o contexto é completamente diferente.

Condenados ao ostracismo ou, no máximo, a pequenas menções nos livros de história, como incompetentes e incapazes de gerir o país, políticos como DILMA ROUSSEFF anseiam mesmo por algo que os torne os “heróis revolucionários” que sempre desejaram ser. Uma ação militar, por mais breve que seja, certamente lhes daria essa oportunidade. Espertos, sabem que não precisam botar nem a cara na rua, possuem um gigantesco exército de idiotas úteis que não perderiam aoportunidade de “reviver” uma espécie de neo-anos 60 e que facilmente se sacrificariam ao seu comando.