Janaína detona “Coloquei os documentos à disposição do jornalista, mas ele não aguardou para ver e lançou a notícia” – News Atual
Connect with us

política

Janaína detona “Coloquei os documentos à disposição do jornalista, mas ele não aguardou para ver e lançou a notícia”

O portal UOL soltou na quinta-feira (22) uma matéria informando uma possível desaprovação das contas de campanha de Janaína Paschoal.

A jurista e deputada estadual eleita com mais de 2 milhões de votos não gostou e rebateu as acusações.

Segunda a reportagem, Janaína não entregou “relatórios financeiros no prazo”, e não foram apresentados todos os documentos que embasam a prestação de contas. A matéria ainda afirma que a campanha da jurista arrecadou R$ 65 mil, sendo R$ 58,5 mil em recursos próprios e R$ 6,6 mil doação do PRTB.

O Advogado de Janaína, Cristiano Vilela, rebateu as acusações “Com todo respeito ao setor técnico, pela experiência nossa é relativamente comum passar alguma coisa em branco nas prestações de contas, mas em situações como essas nos manifestamos e juntamos a documentação para esclarecer. Com certeza o relator, quando receber o processo, perceberá que os documentos estavam em dia”.

Janaína, no entanto, aproveitou suas redes sociais para detonar as afirmações contidas na matéria:

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Somente hoje, por meio de um jornalista, soube que houve um parecer para desaprovar minhas contas de campanha. Matéria da uol fala em captação de recursos. Reitero que todo o dinheiro que usei é meu. Não recebi doações de ninguém.
Quanto à menção feita a uma doação de partido politico, esclareço que não recebi dinheiro nenhum. Por ter aparecido alguns míseros segundos no horário eleitoral, fui obrigada a declarar o valor pago pelas gravações como valor estimado.
Firmei contratos com todas as pessoas que contratei e enviei, no mesmo dia da assinatura, a cópia para o escritório especializado contratado para fazer a prestação de contas.
Estranhei muito a informação de perda de prazo, pois tomei o cuidado de contratar especialistas em direito eleitoral. Já liguei para o advogado, que me assegurou que apresentou todos os documentos no prazo.
O advogado me garantiu que enviará a documentação comprobatória do cumprimento do prazo ainda hoje.
Estou muito chateada. Fiz questão de não receber doações, nem públicas, nem privadas. Fiz uma campanha enxuta com recursos próprios. Fiz questão de contratar um escritório para fazer minha prestação de contas.
Coloquei os documentos à disposição do jornalista, mas ele não aguardou para ver e lançou a notícia.
Para aqueles que estejam interessados, declaro que todos os documentos estão à disposição.

Informação do UOL.

Compartilhe em Suas Redes Sociais