Jean Wyllys: Se me gozarem na cara, “eu cuspiria de novo”

Jean Wyllys, se livrou da suspensão por ter cuspido em Jair Bolsonaro:

Segundo O Antagonista, ele disse:

“Naquela circunstância, eu cuspiria de novo. Se você me perguntasse isso antes daquele dia, eu diria que eu jamais cuspiria na cara de uma pessoa, porque meus valores não permitem isso. Mas, depois de seis anos sendo insultado, sendo difamado, eu cheguei no meu limite. E aí eu cuspi por esse motivo e cuspiria de novo.”
O espisódio

Jair Bolsonaro gozou na cara de Jean Wyllys durante a votação do impeachment.

Ao termino do voto de Jean Wyllys, o deputado teria ouvido de Jair Bolsonaro um “tchau querida”.

Bolsonaro estava se referindo a Dilma Rousseff na ocasião, e não a Jean Wyllys.

A fala do socialista 

 

Créditos papotv.com.br