Joaquim Barbosa tem ‘segredo’ revelado, com lista de alvos da Polícia Federal

Lista de clientes ocultos do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) vem à tona, a partir de investigações da Polícia Federal.

A recente decisão do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, em abandonar a possível candidatura ao cargo de presidente da República com vistas à próxima eleição presidencial acabou repercutindo intensamente nas redes sociais e também perante a sociedade civil organizada. Entretanto, novos rumores e um novo episódio envolvendo o ex-ministro da Suprema Corte brasileira vem à tona.

Trata-se de uma suposta lista de clientes considerados “ocultos” do ex-magistrado, o que acarreta muito mais tensão, já que a Polícia Federal se debruçou sobre uma minuciosa investigação em relação ao tema de alta relevância e extremamente “espinhoso”.

Alguns meios da imprensa consideram que Joaquim Barbosa teria desistido da disputa para o próximo pleito eleitoral neste ano devido à lista que passa a lograr notoriedade há poucos meses das eleições no Brasil.

Lista de clientes mantidos com ‘discrição’
Um dos segredos que se encontravam muito bem guardados pelo ex-ministro Joaquim Barbosa é que ele, após 41 anos no serviço público, decidiu advogar. Em meados do ano de 2014, o ex-ministro aposentado do Supremo se tornou parecerista. Vale ressaltar que um parecer trata-se de um documento que serve para fortalecer uma determinada tese que é defendida por um advogado de uma suposta causa. Entretanto, o parecerista não se dirige aos tribunais, já que ele tão somente torna vistosa uma petição, de modo que venha a impressionar o julgador.

O ex-ministro Joaquim Barbosa pode ser considerado um parecerista de grande sucesso.

Um parecer custa, por baixo, aproximadamente R$ 300 mil. Nos bastidores do entorno do ex-ministro do Supremo, alguns dos principais motivos aventados por ele que o fizeram desistir da corrida eleitoral, referem-se à manutenção de caráter financeiro de oito familiares seus e o forte receio de uma verdadeira “devassa” em sua vida pessoal.

Porém há um episódio relacionado à carreira de parecerista que Joaquim Barbosa prefere manter uma certa “sombra” em se tratando da relação negocial. A lista de clientes de Joaquim Barbosa inclui, até mesmo, alguns alvos da Polícia Federal, além de presidente de refinaria e operadores de portos no país. Um outro fator preponderante e extremamente intrigante é que o ex-ministro Joaquim Barbosa dispensa um tratamento considerado diferenciado aos seus clientes. Com estranheza e de modo deliberado, Joaquim Barbosa omite alguns dados de extrema importância que permitiriam identificar, de modo muito mais fácil, os processos judiciais e os casos.

Entretanto, em sua grande maioria, esses casos são de acesso público, cujas partes estão até identificadas nos tribunais. Ou seja, o segredo sobre as empresas e os empresários que resolveram contratar de modo direto ou mesmo indireto, o ministro aposentado da Suprema Corte e ex-postulante ao cargo de presidente da República, só existiria mesmo para os leitores de Joaquim Barbosa.

Via: blastingnews

     

Gostou? Compartilhe!

  • 3.6K
    Shares