Juíza Gabriela Hardt bloqueia R$ 20 milhões de alvos da Operação Lava Jato

A juíza Gabriela Hardt realizou mais um excelente trabalho em favor do Brasil. No sábado, ela decretou o bloqueio de R$ 20 milhões.

O montante é de alvos da 56ª fase da Lava Jato, batizada de Sem Fundos, e deflagrada na última semana.

Além do alto valor bloqueado, foram sequestrados ativos de 38 empresas ligadas aos investigados.

“Não importa se tais valores, nas contas bancárias, foram misturados com valores de procedência lícita.

O sequestro e confisco podem atingir tais ativos até o montante dos ganhos ilícitos”, disse a juíza, e continuou “Considerando os valores que transitaram sub-repticiamente nas contas dos investigados, resolvo decretar o bloqueio das contas dos investigados até o montante de vinte milhões de reais.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

A operação Sem Fundos apura fraudes na construção de uma sede da Petrobras em Salvador. O Ministério Público Federal afirma que as empreiteiras envolvidas na construção da sede, OAS e Odebrecht, distribuíram propina no valor de R$ 68 milhões para o PT e para ex-dirigentes da Petrobras e da Petros.

O empreendimento foi orçado em R$ 320 milhões, mas no fim o custo total passou de R$ 1,32 bilhão.

Informações do MBLNews.

Compartilhe em Suas Redes Sociais