Lava Jato recupera R$ 1 bilhão em 10 dias de três investigados, diz MPF

Quantia foi devolvida entre 26 de junho e 6 de julho deste ano; dinheiro faz parte de acordos de leniência e colaboração de Marcelo Odebrecht. Na quinta-feira (6), MPF criticou fim do grupo de trabalho exclusivo da Lava Jato na Polícia Federal.

 

Em 10 dias, duas empresas investigadas pela Operação Lava Jato e o empreiteiro Marcelo Odebrecht devolveram aos cofres públicos quase R$ 1 bilhão, segundo o Ministério Público Federal (MPF). Os valores foram restituídos entre 26 de junho e 6 de julho deste ano.

Conforme divulgado pelo Ministério Público Federal nesta sexta-feira (7), Marcelo Odebrecht devolveu R$ 73,4 milhões; a Braskem, que pertence ao Grupo Odebrecht, devolveu R$ 736,5 milhões, e a Andrade Gutierrez R$ 94 milhões.

O acordo de leniência firmado pela Andrade Gutierrez Investimentos em Engenharia prevê a devolução de R$ 1 bilhão. Este depósito de R$ 94 milhões, feito na segunda-feira (3), corresponde à segunda parcela.

Até o momento, a empresa ressarciu aos cofres públicos em R$ 177.392.136,24.

Informaçãos G1