Levantamento Mostra Que, Em 10 Anos, Nada Menos Do Que 96,5% Dos Políticos Se Safaram No STF


Entre janeiro de 2007 e outubro de 2016, o STF analisou 180 ações penais contra políticos com foro privilegiados. Deste total, 67 foram encerradas pela perda da regalia.

 

Das outras 113, apenas 4 findaram em algum tipo de punição para o réu. Ou seja… Pode-se concluir que a chance de uma autoridade com prerrogativa de foro se safar vem sendo de 96,5%.

 

 

Não à toa, dez em dez políticos corruptos preferem que seus casos sejam avaliados pela Suprema Corte, o que vai totalmente contra a lógica.

 

De tribunal mais temido, converte-se no mais benevolente. Enquanto isso, a corrupção explode e inutiliza todo um país.

 

O foro privilegiado tem que acabar.