Líder da facção MST disse que se Lula for preso o Brasil vai pegar fogo

Numa entrevista concedida nesta semana à Agência Paco Urondo, ligada a milícias de extrema-esquerda, o líder da facção MST, João Pedro Stédile, emitiu uma narrativa para dizer que “se Lula for preso, o Brasil pega fogo”.

Ele apresenta quatro hipóteses. A primeira seria Temer renunciar e assumir Carmen Lucia. Na segunda, haveria um governo de transição. A terceira hipótese seria aguardar as eleições de 2018. Ali ele diz (sem dar risada) que Lula venceria no primeiro turno.

A quarta hipótese teria Lula preso e daí, segundo ele, teríamos”o país em chamas”. “Criaria-se um clima de instabilidade, que levaria a esquerda a negar as eleições, convocando a votar em Lula, limpando o sistema eleitoral, que iria acelerar o processo e ninguém sabe no que terminaria”.

Ele não explicou como o país poderia “ficar em chamas” com a prisão de Lula se eles só conseguiram levar 7.000 milicianos para Curitiba na última quarta.
Via expresso diário