Líderes de PDT, PCdoB e PSB discutem atuação conjunta como oposição a Bolsonaro e deixam PT de fora