Lula ataca Moro. Enlouquecido, chefe da quadrilha diz que juiz se comporta como um “autocrata russo”

Em uma entrevista a uma rádio de São Paulo, hoje, o ex-presidente Lula mostrou que perdeu o pouco de juízo que ainda tinha. Enlouquecido pela condenação de 9 anos e meio de cadeia, que o deixou a um passo da cadeia, disparou agressões ao juiz Sérgio Moro, que o condenou.

Entre elas a de que Moro “não pode continuar se comportando como um czar”. Os czares eram os governantes da Rússia até 1917. Eram autocratas, governantes com poder absoluto. Moro, ao contrário, precisa se pautar pelos estritos limites da lei. A frase de Lula, além de demonstrar a conhecida ignorância, subverte a verdade. Quem tentou governar autocraticamente foi o PT.

Lula disse que o juiz ” faz o que quer, como quer, sem respeitar o direito democrático, sem respeitar a Constituição. Ele vai passando por cima, não deixa a defesa falar, tenta cercear o direito da defesa”.

Ele acusou também os procuradores da Lava Jato e a PF:

“A Polícia Federal da Lava Jato mentiu, o Ministério Público da Lava Jato mentiu, e o juiz deu uma sentença sem explicação. Ele passa 60 páginas se explicando sobre a sentença sem nenhuma prova”.

Informações de Cesar Weis