Lula ‘bombardeia’ série política e diz: ‘Não vou aguentar isso!’

Ex-presidente revelou que vai acionar responsáveis na Justiça, pois ‘O Mecanismo’ não passa de uma mentira para enganar seus eleitores.

Uma reportagem concedida pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao jornal ‘El País’ nesta semana gerou desconforto aos responsáveis de ‘O Mecanismo’, uma vez que o petista se posicionou de forma ameaçadora ao passar pela cidade de Curitiba, logo após a exibição das primeiras cenas pelo canal da provedora global de filmes Netflix.





Dirigida por José Padilha, o seriado estrelado por Selton Mello, ‘O Mecanismo’ aborda o crime organizado no âmbito político e suas deflagrações. Apesar de não ser identificado, Lula se sentiu afetado e questionou a produção do seriado, alertando que não ficará quieto com os insultos apresentados pela Netflix.

O script reproduz as atividades ilícitas, por exemplo, o recebimento de vantagens indevidas (propina) por parlamentares, junto a personalidades influentes próximas ao governo federal, as quais foram espelhadas na Operação Lava Jato. 

No entanto, a primeira exaltação sobre o conteúdo ocorreu na última quarta-feira (28/03) quando o ex-presidente encerrava sua marcha política pelo Sul do Brasil, especificamente em Curitiba. Coincidência ou não, o local deu origem a Operação Lava Jato, comandada por Sérgio Moro, juiz que condenou Lula pela primeira vez há nove anos e seis meses de prisão, em decorrência do caso ‘Tríplex no Guarujá’. Pena essa, que foi dilatada pelos magistrados do Tribunal Regional Federal da 4ª Região.




O petista resolveu comentar os ataques de tiros que sofreu contra dois de seus ônibus, os quais transportavam manifestantes e sindicalistas do PT.

Categórico, o petista revelou que a Netflix será acionada na Justiça para futuros esclarecimentos, pois, segundo ele, a administração do conteúdo viola a sua imagem perante o seu público. Na verdade, Lula afirmou que tudo não passa de “mentiras” e prometeu que não aceitará a afronta.

O trabalho foi idealizado pelos cineastas José Padilha e Elena Soárez. Com gênero político e embasado na operação que aprisionou colarinhos brancos no país, as cenas de ‘O Mecanismo’ procuram estabelecer a conexão com a realidade. Em geral, a recusa vem sendo inserida pelos setores da esquerda, vinculados ao partido dos trabalhadores (PT), os quais acreditam em desvio da veracidade dos fatos.





Tanto é verdade que uma outra declaração também repercutiu nos últimos dias, todavia ocorreu antes das ameaças de Lula. Desta vez, foi a ex-presidente Dilma Rousseff, que proferiu uma reclamação pública classificando a série como “fake news”. Imediatamente o ministro Elizeu Padilha rebateu as críticas da petista, alegando que o seriado trata-se de uma “obra-comentário”, ou seja, em cada capítulo versa a escrita dos fatos, por isso, estão dramatizados. E foi além, refutando a leitura de Dilma, “se ela soubesse ler, não estaríamos com este problema”.

Via:blastingnews