Lula não suporta e chora diante de prisão; Polícia Federal divulga detalhes

Gostou? Compartilhe!

Lula chorou em sua gravação de áudio para vídeo que será divulgado pelo PT após prisão.

O Brasil vive hoje um dos momentos mais esperados e também temido no meio político dos últimos anos. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem sido o nome da vez. Diante de uma prisão que já foi decretada pelo juiz federal Sérgio Moro, o petista aproveitou a manhã seus últimos dias de liberdade para gravar um áudio que será utilizado em um vídeo do partido que será divulgado logo após sua prisão.





No áudio, o ex-presidente se expressa de modo emocionado e voz trêmula, além de ter chorado em alguns trechos da gravação. Segundo informações, o choro foi atribuído a uma emoção que poderá se sentida na gravação, onde a história de Lula será contada, desde a fuga da fome, quando ainda residia no estado de Pernambuco, até sua grande história como líder sindical e conseguiu alcançar a Presidência da República.

Em seu recente depoimento, Lula disse não temer ao que está para acontecer em seu futuro. A gravação de Lula ainda conseguiu emocionar diversas pessoas que o acompanhou nos últimos dias. Outras pessoas também caíram no pranto diante de tanta emoção.

Nessa sexta-feira (6), familiares do ex-presidente também estiveram na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP). A madrugada de Lula foi em família, pois, ao que tudo indica, essa será sua última noite ao lado dos familiares, pois sua prisão deve ocorrer ainda nesta sábado (7).

Lula vai à missa em homenagem à ex-primeira-dama Marisa Letícia
Lula deveria se apresentar a polícia nessa sexta-feira (6), mas se recusou. Sua defesa afirmou que ele se entregaria neste sábado. Porém, antes de se entregar, o ex-presidente iria à missa em celebração a sua esposa falecida no ano passado, Marisa Letícia.

Lula ainda se reuniu com seus advogados para acertar todos os detalhes de como seria a sua apresentação na delegacia. Ainda foi tentado uma negociação com a Polícia Federal para que ele fosse apresentado apenas na segunda-feira (9), mas o pedido não obteve sucesso, sendo obrigado a se entregar neste sábado.





Todo o ato deve ocorrer de modo voluntário, mas ainda não foi divulgado como a entrega ocorreria. A polícia divulgou que irá enviar carros descaracterizados para conduzir o ex-presidente.

Lula cumprirá pena de 12 anos e um mês pelo caso do tríplex do Guarujá
O cumprimento do decreto pode acontecer a qualquer momento. Além de Lula, Agenor Franklin Magalhães Medeiros e José Adelmário Pinheiro Filho também foram acrescentados a lista de prisão ordenada pelo juiz Sérgio Moro. A polícia acredita que o ex-presidente vai se entregar, mas, caso não aconteça, uma operação será montada para capturá-lo.

O ex-presidente cumprirá pena de 12 anos e um mês pelo caso do tríplex do Guarujá (SP). Ele foi condenado pela Justiça por lavagem de dinheiro e corrupção. O tríplex seria uma propina por ter facilitado contratos entre a Petrobras e a construtora OAS durante seu governo.

Via: blastingnews


Gostou? Compartilhe!