Lula pede para ser solto pela Segunda Turma do STF

Entusiasmado com a abertura da porteira promovida pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal para condenados em Segunda Instância, como o ex-ministro José Dirceu e o ex-assessor do PP João Cláudio Genu, o ex-presidente Lula também pediu para ser solto. Por meio de sua defesa, o preso na Operação Lava Jato entrou com uma Reclamação pedindo que que a 2.ª Turma revise uma decisão do ministro Edson Fachin e suspenda a execução de sua pena. Os advogados afirmam que Fachin ‘mais uma vez retirou do órgão fracionário competente a análise do pedido de liberdade do ex-presidente’.

Um dos pedidos de liberdade de Lula seria julgado pela 2a. Turma na mesma terça, 26, quando os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski decidiram soltar o ex-ministro José Dirceu. O ministro Edson Fachin se viu forçado a arquivar este recurso de Lula, após decisão do Tribunal Regional Federal da 4 Região de barrar o Recurso Especial ao Supremo.

Lula quer pegar o mesmo trem da alegria do STF conduzido pela maioria dos ministros da Segundona. Neste novo pedido de liberdade do condenado, o advogado Cristiano Zanin Martins afirmou, na Reclamação, que ‘o pedido de liminar deverá ser analisado por um dos ministros da 2a. Turma do STF, conforme prevê a lei (CPC, art. 988, par. 1o)’.

As informações são do Estadão, desta quinta-feira, 28

Via imprensaviva.com