Lula reage a ódio de manifestantes (VEJA O VÍDEO)

Ex-presidente fez declarações sobre os protestos que sua caravana tem recebido no Rio Grande do Sul.

 

O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) está em caravana pelo estado do Rio Grande do Sul, e reafirmou em declaração nesta quarta-feira (21) que não teme que venha a ser preso. Lula está com julgamento marcado para a próxima segunda-feira (26), e caso sua condenação se mantenha, ele poderá ser preso.





Lula deu entrevista à rádio Imembuí, da cidade de Santa Maria (RS), onde falou que está tranquilo quanto a possibilidade de ser preso, e afirmou que as pessoas que querem ver sua prisão estão mais intranquilas do que ele, pois sabem que será uma barbárie jurídica.

Depois de visitar Santa Maria, Lula e sua caravana seguiram para São Vicente, também no Rio Grande do Sul.

Em São Vicente o ex-presidente reagiu aos protestos que vem enfrentando durante a passagem pelo Rio Grande do Sul. No campus de um Instituto Federal, Lula negou que a sua caravana tenha fins eleitorais, e declarou que se estivesse fazendo campanha para as próximas eleições, não estaria em uma cidade de 8 mil habitantes.





Na última terça feira (20), ainda em Santa Maria, alguns grupos de apoiadores do PT trocaram provocações com integrantes do MBL (Movimento Brasil Livre). A caravana do ex-presidente também foi alvo de protestos quando passou pelas cidades de Bagé e Santana do Livramento, no início de sua passagem pelo Rio Grande do Sul, na última segunda-feira (19).

Outras manifestações
Postagens recentes em redes sociais mostram que o petista também não terá vida fácil nas outras cidades que visitará em território gaúcho.

Já é possível ver postagens de protestos ocorrendo na cidade de São Borja, próxima cidade que Lula visitará quando deixar São Vicente.

Ainda durante seu discurso em São Vicente, Lula falou sobre os proprietários de tratores que estão usando suas máquinas para bloquear rodovias durante protestos, alegando que possivelmente os produtores conseguiram financiamento para comprar as máquinas através de programas criados durante o seu mandato de presidente.





Eleições
Lula fez questão de reiterar que a sua passagem pelo Rio Grande do Sul não ocorre por causa da aproximação do período eleitoral, mas deixou de falar na possibilidade de voltar a ser o dirigente máximo do país. Inclusive o ex-presidente chegou a prometer federalizar o ensino médio em todo o país.

O petista falou para a rádio Imembuí que caso não seja condenado, vai se lançar candidato a presidente pelo Partido dos Trabalhadores, e afirmou que ganhará as eleições para melhorar o Brasil.

 

Via: blastingnews

Gostou? Compartilhe!
  • 3.4K
  •  
  •  
  •  
  •  
    3.4K
    Shares