Magistrado manifesta sentir “vergonha” do STF

O Supremo Tribunal Federal corre riscos seríssimos e incalculáveis, caso resolva continuar nesse trajeto irresponsável de concessão da impunidade ao meliante Luiz Inácio Lula da Silva.

 

O clamor popular por Justiça está se agigantando, o que torna imprevisível prever o que poderá acontecer.

Aliado a isso, dentro do próprio Poder Judiciário, vozes começam a ser levantar contra a Corte Máxima do país.

Um sentimento colossal de indignação está surgindo e poderá ficar impossível de ser contido.

Hoje foi a vez de um desembargador federal, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região manifestar a sua irresignação.

Veja o que disse o magistrado Antônio Souza Prudente, manifestando literalmente sua vergonha com relação ao STF:

“Temos a sensação, como cidadão, de que aquele jargão popular de que realmente a Justiça só vale para os PPPs (pobre, preto e puta) realmente vale. A gente fica meio apavorado. A Justiça tem que valer para todos, dentro dos mesmos padrões de rigor que o ordenamento jurídico estabelece. Nós nos sentimos envergonhados, até por outros desdobramentos.”
A sociedade não vai admitir que os ministros pisoteiem na decisão de nove magistrados, em nome de um projeto político espúrio e envolvido em escabrosos escândalos de corrupção.

 

Via: jornal da cidade online

Gostou? Compartilhe!
  • 6.8K
  •  
  •  
  •  
  •  
    6.8K
    Shares