‘Mexeram com um político que nunca roubou’, diz Lula à Lava Jato

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) discursou nesta quinta-feira, em São Paulo, durante o lançamento do projeto “O Brasil que o Povo Quer”, voltado à formulação do programa de governo do partido para as eleições de 2018. Na fala, de cerca de meia hora, o petista disse que “eles mexeram com quem não deveriam mexer”, em uma referência a investigadores e membros da força-tarefa da Operação Lava Jato.

Segundo o petista, a sua indignação “não é porque eu estou acima de qualquer coisa não, é porque eu não fiz nada do que eles dizem que eu fiz”. Lula concluiu afirmando que “estão mexendo com um político que nunca roubou e que agora tem uma honra para defender.”

“Esse Powerpoint é uma desfaçatez mentirosa que alguém poderia fazer contra o maior partido que a esquerda já produziu na América Latina”, em referência a uma apresentação feita no passado pelo procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa em Curitiba, no qual acusava o petista de liderar o esquema de corrupção na Petrobras. “Conseguem jogar lama nas pessoas, mas depois não pedem desculpa. Desculpa é uma palavra grande. Só pede desculpa quem tem grandeza e eles não têm grandeza”, atacou.

Como analogia às investigações contra si, repetiu o discurso feito em Curitiba na semana passada, quando comparou as acusações sofridas às mentiras do falecido ditador iraquiano Saddam Hussein, quando este falsamente declarou ter potencial para produzir armas químicas. “Por que o Saddam Hussein terminou daquele jeito? Porque mentiu a vida inteira de que tinha arma química para destruir os Estados Unidos. Ele podia ter falado ‘ô Bush, era mentira, vamos ficar numa boa’”, ironizou.

Fonte MSN

     

Gostou? Compartilhe!

  • 4.9K
    Shares