Michel Temer aproveita o Natal para aplicar um duro golpe contra a Lava Jato


O procurador chefe da Força Tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, explica em artigo para o UOL, como o indulto de Natal concedido por Michel Temer é um escândalo, não apenas porque colocará corruptos condenados fora da cadeia, mas também porque atinge no coração a instituição das delações premiadas.

 

Confira:
“Para a Lava Jato, o indulto do presidente Temer é ainda mais grave, pois fulmina a estratégia de expansão das investigações com base em colaborações premiadas, o motor propulsor da Lava Jato. Na colaboração, o réu entrega informações e provas sobre crimes e criminosos, assim como devolve o dinheiro desviado, em troca de uma diminuição da pena.

 

Essas informações e provas são usadas para expandir as apurações e maximizar a responsabilização de criminas e o ressarcimento aos cofres públicos. O réu só faz um acordo quando corre o risco de ser condenado a penas sérias.

Via: PAPOTV