Ministra dos Direitos Humanos quer (e pra já) projeto para cirurgia de mudança de sexo até em crianças

A ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, está com uma meta: a aprovação urgente dos Projetos de Lei 5002/2013 e o PL 7582/2014.

 

O PL 5002/2013, de autoria dos Deputados Federais Jean Wyllys (Psol/RJ) e Érica kokay (PT/DF) que dispoem sobre o direito à identidade de gênero

 

Luislinda pediu urgência no encaminhamento ao presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias.

Você quer saber como acompanhar, gratuitamente, os melhores vídeos sobre a política brasileira: Clique aqui e inscreva-se para receber nossos vídeos!  

O primeiro dos projetos prevê a mudança de nome e a cirurgia de mudança de sexo em crianças e adolescentes mesmo sem o consentimento dos pais e ou responsáveis.

 

Por sua vez, o PL 7582/2014, de autoria da Deputada Maria do Rosário (PT/RS) define os crimes de ódio e intolerância e cria mecanismos para coibi-los e dá outras providências.

 

Este último projeto usa técnicas de vagueza para classificar como crime de ódio e intolerância as posições contrárias a homossexualidade e a ideologia de gênero , prevendo pena de até seis anos de prisão e outras medidas punitivas como afastar o “criminoso” do seu próprio lar.

 

Em suma, mais uma capitulação para as premissas da extrema esquerda, que vive buscando meios para censurar divergentes.

 

Via expressodiario.com