Ministra que comparou seu salário ao de escravidão recua em pedido de acumulo de salários

A ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois desistiu do pedido de receber salário acima do teto.

 

Na tarde desta quinta-feira, ela divulgou uma nota na qual afirma que já encaminhou ao governo comunicado de que desistiu de acumular salário de ministra com aposentadoria de desembargadora aposentada da Bahia, o que lhe garantiria um rendimento bruto de R$ 61,4 mil.

 

A ministra de Teme reclamava que, por causa do limite constitucional, só podia ficar com R$ 33,7 mil, equivalente ao salário de um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Uma vergonha a ministra ainda continuar no cargo.

 

Via: papotv.com.br