Moro quer saber se morte tem elo com a Lava Jato

Para a deputada Maria do Rosário a decisão do juiz Ricardo Leite de determinar a apreensão Sérgio Moro pediu uma manifestação do Ministério Público Federal (MPF), em cinco dias, sobre o assassinato do empresário José Roberto Soares Vieira.

O empresário havia ajudado a força-tarefa da Lava Jato a rastrear pagamentos ao principal alvo da 47.ª fase da Operação, o ex-gerente da Transpetro José Antonio de Jesus.

“Infelizmente, há notícia muito grave do assassinato do acusado José Roberto Soares Vieira em 17 de janeiro no curso da ação penal, o que ainda está em apuração”, afirmou Moro.

Vieira foi executado com 9 tiros no dia 17 de janeiro na cidade de Candeias, Bahia.

“Não se pode excluir a possibilidade de que o homicídio esteja relacionado a esta ação penal, já que, na fase de investigação, o referido acusado aparentemente confessou seus crimes e revelou crimes de outros. Intime-se o Ministério Público Federal para manifestação em cinco dias,”determinou o juiz da Lava Jato.

     

Gostou? Compartilhe!

  • 4.8K
    Shares