Mourão rebate Haddad: “O Exército não é corrupto e jamais apoiará o totalitarismo”

O candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro (PSL) descartou ontem a possibilidade de o Exército brasileiro apoiar um projeto totalitário.

A afirmação foi feita em discurso para a plateia de um evento sobre segurança pública, em Novo Hamburgo (RS). O general Mourão afirmou que o Brasil nunca vai virar uma Venezuela porque as Forças Arma não são corruptas.

Ele afirmou veementemente:

 “O Exército não é corrupto e jamais irá se vender para qualquer projeto de natureza totalitária”.

É um recado claro aos petistas – que mesmo idolatrando o regime venezuelano – afirmam que com Bolsonaro o país pode virar uma Venezuela.

Não subestimem e desrespeitem as Forças Armadas.

Compartilhe em Suas Redes Sociais