MP pede que Aécio devolva mais de 11 milhões gastos com voos

Promotoria contabilizou voos sem a comprovação de interesse público durante o período em que Aécio Neves era governador de Minas.

O Ministério Público de Minas Gerais entrou com ação civil pública contra o tucano Aécio Neves por realizar 1.337 voos em aeronaves do estado sem comprovação de interesse público.

As viagens aconteceram no período em que ele ocupava o cargo de governador de Minas Gerais, segundo informações da UOL.

De acordo com a Promotoria, o prejuízo causado aos cofres públicos por Aécio Neves foi de R$ 11,5 milhões. Na ação, o MP pede o ressarcimento do valor e quer a indisponibilidade de bens do tucano.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Eleito deputado federal nas eleições de outubro, Aécio foi governador de Minas Gerais por dois mandatos. De 2003 a 2006 e de 2007 a março de 2010.

A Promotoria contabilizou neste período voos sem a comprovação de interesse público para cidades como Rio de Janeiro, onde o ex-governador mantinha apartamento, e Claudio, cidade do centro-oeste de Minas onde a família do tucano possui fazenda.

 

Via: https://renovamidia.com.br

Compartilhe em Suas Redes Sociais