Ligue-se a nós

Oi, o que você está procurando?

política

MPF cobra da Caixa 5 bilhões por prejuízos causados por corrupção do PF, veja mais

Gostou? compartilhe!

São Paulo, quinta-feira 23 de junho de 2022 – Hoje foi noticiado que há um rombo no fundo de pensão dos servidores do Banco Caixa Econômica Federal. Este valor em aberto foi provocado após operações ilícitas investigadas pela Operação Greenfield, como parte das operações Lava Jato.

Assim, o procurador Anselmo Lopes, do MPF em Brasília, deu entrada em uma ação civil pública estabelecendo que a Caixa deverá indenizar a Funcef em R$ 5 bilhões. Este valor é equivalente ao prejuízo provocado no fundo pensionário dos servidores; e colaboradores do banco após investimentos ilícitos feitos com esta quantia durante a gestão do PT.

Você pode gostar de:  Famosa Atriz Petista Da Globo Faz Propaganda Para Justiça Eleitoral

Conheça mais sobre a Operação Greenfield da MPF que expõe inúmeros esquemas de corrupção

Esta é a primeira ação similar desde que a Operação Greenfield que é decorrente da Lava Jato estabelece. A partir da descoberta dos esquemas de corrupção envolvendo aplicação de recursos dos fundos de pensão. 

Segundo o procurador: 

“Além disso, foi estabelecido que em razão de influências políticas, foram escolhidas pela CEF aquelas pessoas que exerceram cargos-chaves na Funcef, permitindo a instrumentalização deste fundo de pensão para investimentos que atendiam interesses políticos dominantes, pois teriam sido rechaçados caso tivessem sido escolhidos diretores realmente diligentes e que estavam preocupados com o patrimônio da Fundação”. 

Confira:  Milton Neves Esculacha Regime Comunista De Cuba, Confira 

Dessa forma, a má escolha de ditos dirigentes teve consequências no seu próprio patrimônio, causando prejuízos para a Funcef. A partir da sentença do MPF os R$ 5 bilhões cobrados serviriam como uma forma de abatimento de ditas contribuições extraordinárias.

Assim, sendo cobradas pela Funcef dos aposentados e aqueles que são participantes ativos, permitindo que o rombo de gestões anteriores seja coberto.  Assim, a Caixa Econômica Federal terá que custear com todas aquelas contribuições extraordinárias que ficaram fora, até que o limite dos valores seja alcançado.

Talvez você goste de: Grande Imprensa Usa Prisão De Ex-Ministro Para Abafar Bomba Sobre O Contador Do PCC E Lula, Entenda


Gostou? compartilhe com seus amigos em suas redes sociais.


Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

O news atual utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a  experiência do usuário.