Na falta de argumentos, Jean Wyllys diz que a sentença de Moro foi uma referência aos nove dedos das mãos de Lula

Numa transmissão ao vivo pelo Facebook, nesta quarta-feira (12), o deputado JeanWyllys (PSOL-RJ) comentou a condenação do ex-presidente Lula dada pelo juiz Sérgio Moro. Num espaço de cerca de 11 minutos, o ex-BBB atacou a sentença e o magistrado da Operação Lava Jato com argumentos pífios, para não dizer cômicos. Do festival de asneiras ditas aos internautas que acompanharam a live, certamente a maior de todas foi a de afirmar que Moro sentenciou Lula a nove anos e seis meses de prisão para fazer chacota com os nove dedos das mãos do petista. “Essa sentença de nove anos não é por acaso. É uma referência aos nove dedos de Lula. Nem foi a dez, nem a oito anos. Foi a nove anos”, disse.

Outro comentário, que deve entrar para a lista do anedotário que circunda o polêmico parlamentar, envolveu o modo de se vestir do juiz de Curitiba. “Todos sabemos que o juiz Sérgio Moro, um juiz que gosta de se vestir de ternos pretos cafonas, com aquela sua voz que não combina com sua cara, tratava Lula como o ‘nine’, numa referência aos nove dedos que Lula tem”, comentou, voltando novamente à ilação da sentença com o número de dedos do ex-presidente.

Por fim, ainda chamou Moro de canastrão e previu um fim melancólico para o juiz. “Sérgio Moro está tendo um fim melancólico, depois de ser tratado como herói – pés de barro todos nós sabíamos disso – pela imprensa golpista que pretendia dar um golpe na democracia, ele foi paulatinamente desaparecendo das páginas dos jornais e das capas das revistas. Esse é o último ato do canastrão”, afirmou.