Não se pode admitir tratamento de celebridade para bandido

O Ministério Público fez um acordo de delação premiada extremamente benevolente com os irmãos Batista.

O Poder Judiciário homologou o malfadado acordo, mas a sociedade não o digeriu.
Se o que Joesley Batista está delatando é relevante e o acordo firmado pelo MP e homologado pelo STF ficou de bom tamanho, o meliante tem que respeitar a sociedade e deixar de ficar apontando o seu dedo sujo, em entrevistas sem nexo e de bisonho conteúdo.

Joesley quer derrubar Michel Temer e o aponta como chefe de uma organização criminosa. É possível que seja, aliás, é bem provável, o que mais vemos hoje em nosso país é a proliferação de quadrilhas organizadas. Porém, o empresário, chefe de outra quadrilha, no momento ataca Temer, porque este está inviabilizando os negócios e negociatas que o grupo J&F detém com o governo.

A Justiça não pode mais permitir que Joesley Batista utilize a impunidade decretada pelo seu acordo de delação premiada, para tentar impulsionar as suas picaretagens.