Nêumanne destrói Toffoli: “advogadinho do PT”, “babaca” (Veja o Vídeo)

O polêmico e respeitado jornalista José Nêumanne Pinto simplesmente destruiu o ministro Dias Toffoli e, de quebra, todos os seus colegas que lhe fazem companhia no Supremo Tribunal Federal (STF).

Com irreverência, antes de iniciar a sua dura exposição, o jornalista comenta sobre o falecimento de Bernardo Bertolucci, o diretor de “O Último Tango em Paris”. Na sequência, ele inicia sua crítica ao presidente do STF, dando ênfase para a seguinte declaração de Dias Toffoli:

“O aumento é resgatar a dignidade da magistratura”.

Um absurdo. Um acinte. É o presidente da mais alta corte do país zombando 12 milhões de desempregados.

Nêumanne em determinado momento qualifica Toffoli como “babaca”.

“Eu não quero que esse babaca tenha pena dos desempregados (…). Eu quero que ele tenha um mínimo de juízo para não dizer uma tolice dessa”.

O que se percebe claramente é que a crítica do jornalista está se reproduzindo nas vozes do povo brasileiro.

Por outro lado, numa outra situação proporcionada por esse mesmo STF, a soltura dos corruptos da Lava Jato, prestes a acontecer, pode trazer consequências desastrosas.

Os movimentos Brasil Livre (MBL), Aliança Brasil, Avança Brasil, Nas Ruas e Vem Pra Rua estão preparados para voltar às ruas caso o STF legitime a constitucionalidade do decreto de Michel Temer de indulto natalino a corruptos.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Leia trechos do comunicado conjunto:

“A sociedade brasileira deu um recado claro nas últimas eleições.

Membros do STF, esperamos que vocês tenham entendido o que quer a sociedade:

Não aceitamos conivência com a corrupção e repudiamos qualquer ação que traga retrocessos ao seu combate.

Nós, dos movimentos organizados da sociedade civil Aliança Brasil, MAB, MBL, NAS RUAS e VPR, estamos preparados para voltar às ruas, como fizemos na fase pré-impeachment.

(…) A lei vale para todos!”

O STF e seus impolutos ministros brincam com o povo. Isso parece óbvio.

Veja abaixo o vídeo de José Nêumanne Pinto:

Via: Jornal da Cidade Online

Compartilhe em Suas Redes Sociais