Novas pesquisas desmentem Datafolha e Ibope, e mostram ampla vantagem de Bolsonaro

As pesquisas eleitorais divulgadas nos últimos dias pelos institutos Datafolha e Ibope mostraram uma diminuição da vantagem de Jair Bolsonaro (PSL) sobre Fernando Haddad (PT), gerando grande dúvida sobre a representação da realidade do cenário eleitoral. Nesta sexta-feira, duas novas pesquisa divulgadas no começo da manhã mostram divergências com o suposto novo cenário dos institutos de pesquisa mais conhecidos.

A pesquisa Datafolha divulgada pela TV Globo e jornal Folha de S. Paulo na noite da última quinta-feira, 25 de outubro, mostrava uma queda de seis pontos percentuais na diferença entre Bolsonaro e Haddad, apontando uma vantagem de 12 pontos.

O levantamento do Ibope, divulgado pela mesma emissora em parceria com o jornal O Estado de S. Paulo dois dias antes, terça-feira, 23 de outubro, também apontava uma queda, porém menor, reduzindo a margem para 14 pontos de vantagem.

Gráfico com evolução das intenções de voto no Datafolha
Gráfico com evolução das intenções de voto no Ibope

Divergências

Nesta sexta-feira, dois institutos de pesquisa divulgaram novos levantamentos, apontando que a distância entre os dois candidatos se mantém nos níveis da semana anterior, chegando a 21 pontos de vantagem para Bolsonaro sobre Haddad no caso do levantamento realizado pelo Paraná Pesquisas em parceria com a revista Crusoé.

O levantamento realizado pelo Ipespe em parceria com a corretora de valores XP Investimentos divulgado na manhã desta sexta-feira, 26, mostrou que Bolsonaro mantém inalterada a vantagem que tinha há uma semana sobre o ex-prefeito paulistano: 58% dos votos válidos, contra 42% do petista, com margem de erro de 2,2 pontos percentuais, de acordo com informações do portal Infomoney.

Gráfico mostra evolução nas intenções de voto nas pesquisas XP/Ipespe

 

Já o levantamento realizado pelo Paraná Pesquisas e divulgado pela Crusoé reiterou a posição apontada nas pesquisas anteriores, com o capitão do Exército alcançando margem de vantagem superior a 21 pontos: 60,6% dos votos válidos, contra 39,4% de Haddad.

No cenário das intenções de voto, o Paraná Pesquisas questionou qual o nível de decisão dos eleitores em relação à escolha dos candidatos, e 91,7 dos entrevistados que disseram votar em Jair Bolsonaro apontaram que sua opção é definitiva, enquanto 87,8% dos eleitores de Haddad garantiram que não mudarão o voto.

Confira o detalhamento dos dados da pesquisa:

 

Via: noticias.gospelmais.com.br/

Compartilhe em Suas Redes Sociais