O colchão sujo de Lula. Achados no apartamento condenam o Chefão

Lula disse que a PF revistou seu apartamento e não descobriu nada debaixo do colchão.

Na verdade, a PF revistou seu apartamento e descobriu que ele tinha outro apartamento no mesmo andar, comprado pelo departamento de propinas da Odebrecht e registrado em nome de um laranja.

A PF descobriu também documentos relativos à cobertura no Guarujá, que ele ganhou da OAS, e do sítio em Atibaia, reformado com dinheiro de propina da Odebrecht e da OAS. (O Antagonista)