O passado “irreconhecível” de “El Profesor” de “La Casa de Papel”