Ofendido por ser chamado de “marmita”, Haddad não ligará para Bolsonaro

Fernando Haddad declarou que não telefonará para Jair Bolsonaro.

O motivo alegado pelo derrotado “ofensas pessoais que o pesselista direcionou a ele ao longo da campanha”.

Em 10 de outubro, Bolsonaro chamou Haddad de “marmita de corrupto preso”.

Quem vê pensa que o PT é o partido que nunca ofendeu ninguém.

Compartilhe em Suas Redes Sociais