Paulo Guedes barra empréstimo de R$300 milhões para bancos e manda venderem ‘casa de luxo’ do governo

Em participação no 31º Fórum Nacional – ocorrido em 2019 -, Paulo Guedes, ministro da Economia do Governo Bolsonaro, discorreu a respeito das mudanças institucionais sendo implementadas pelo presidente Jair Bolsonaro, aventou o cancelamento de um empréstimo milionário para bancos e anunciou que solicitou a venda de uma “casa no lago, com piscina” que teria sido adquirida por governos anteriores.

“Vamos fazer as privatizações, vamos acelerar as privatizações. Vamos fazer os investimentos da PPI. As privatizações são remanobrar, realocar os ativos já existentes. As PPIs vêm aí com as concessões, investimentos, infraestrutura. O BNDES vai estar firme lá também. Vai entrar em assuntos específicos, como o saneamento”, encetou ele.

“Vamos fazer com base em receitas futuras que virão do Pré-Sal. Vamos descentralizar, é uma reforma fiscal importante, descentralizando os recursos. (…) O Estado tem que ser isso, grupos de excelência. Um no Banco Central, outro no BNDES (…)”, acrescentou.

“Interrompemos agora. Quase aconteceu agora. Um empréstimo de quase R$300 milhões para bancos. Para Bradesco, Itaú, não sei quem mais. O Brasil tem 200 milhões de patos e cinco bancos. E os cinco bancos vêm buscar dinheiro público aqui! Não faz sentido! Tem que ser duro nisso. Tem que proteger a casa”, salientou o ministro.

Veja o Vídeo.