Petistas vão até a residência de Cármen Lúcia e iniciam protesto

Um grupo de petistas compareceu em frente a casa da presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, na noite desta última sexta-feira, 24 de agosto. Segundo o grupo, o objetivo foi protestar na residência da ministra pedindo para que coloque em pauta as Ações Declaratórias de Constitucionalidade (ADCs). No entanto, essa seria uma maneira de ajudar a candidatura do ex-presidente Lula, condenado em segunda instância e preso pela Polícia Federal.

Conforme as eleições presidenciais vão se aproximando cada vez mais, petistas acreditam que o julgamentos das ADCs poderiam fazer com que Lula concorresse ao cargo. Dessa forma, garantiriam a liberdade e o direito de participação nas eleições.

Outro ponto levado em questão foi uma suposta greve de fome que teria se iniciado há cerca de 25 dias. Um dos petistas afirmou que a atitude extrema é de responsabilidade da ministra.

Cartazes enfatizando a “greve de fome” e “Lula livre” foram utilizados. O grupo espera uma rápida atitude da ministra do Supremo para colocar Lula nas urnas.

Crianças no protesto
Contudo, segundo fontes do portal “O Antagonista”, uma foto foi divulgada mostrando que os petistas colocaram crianças para protestar. Segundo os jornalistas do portal, um grupo de crianças ficou, juntamente com os adultos, protestando em frente a residência da ministra. “O Antagonista” chegou a questionar onde estaria o Conselho Tutelar para observar a reação dos manifestantes.

Tinta vermelha
Em outra ocasião, o prédio onde mora a ministra Cármen Lúcia foi alvo de vandalismo. Logo após a prisão de Lula, um grupo de vândalos jogou tinta vermelha em frente ao condomínio. No entanto, o ato chegou a assustar os moradores do local.

A ministra lamentou o caso. Do lado contrário, um grupo de voluntários foram até o local para limpar toda a sujeira deixada.

Cármen Lúcia votou contra a concessão de habeas corpus ao ex-presidente Lula.

Fonte: FÓRUM e BRASIL NO ATO

     

Gostou? Compartilhe!

  • 3.6K
    Shares