Polícia conclui que morte de jovem em carreata do PT não foi por política

A Polícia concluiu que a morte de Charlione Lessa Albuquerque (foto) em uma carreata no Ceará a favor do candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, não teve motivação política.

A informação foi passada hoje, 22, pela Polícia Civil, ao apresentar os três suspeitos pelo crime.

Para o delegado Marcelo Pinheiro da Anunciação, o motivo provável do crime foi uma disputa entre facções criminosas do município de Pacajus, onde Charlione, de 23 anos, foi assassinado a tiros no dia 27 de outubro.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Um adolescente e dois homens, Francisco Adailton Ferreira, e Lucas Girão, foram presos, acusados do homicídio.

O adolescente teria sido o autor dos disparos, segundo informou o Diário do Nordeste.

 

Via: PAPOTV

Compartilhe em Suas Redes Sociais

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.