POLÍCIA FEDERAL DESCOBRIU UM ESQUEMA EM QUE CANDIDATOS PAGARIAM ATÉ R$ 5 MILHÕES PARA FRAUDAR O SISTEMA DE TOTALIZAÇÃO DE URNAS ELETRÔNICAS

A Polícia Federal descobriu um esquema em que candidatos pagariam até R$ 5 milhões para fraudar o sistema de totalização de urnas eletrônicas. Segundo informações da coluna Esplanada, do jornal O Dia desta segunda-feira (19), a corporação tem uma lista dos envolvidos e investiga a participação de servidores de dos Tribunais Regionais Eleitorais de diversos Estados. O caso foi classificado como estelionato porque não houve flagrante mas será apurados os fatos e os envolvidos serão presos

Fonte: Noticias Brasil Online