Polícia Federal interrogará advogados de esfaqueador de Bolsonaro

A Polícia Federal interrogará os advogados de Adélio Bispo de Oliveira, o esfaqueador de Jair Bolsonaro. 

Os investigadores querem saber se há mandantes ou patrocinadores por trás da tentativa de homicídio e quem paga os advogados para defender Adélio. 

Pelo menos um dos advogados  tem na carteira de clientes integrantes do PCC, o Primeiro Comando da Capital. 

A Polícia suspeita que há participação da facção criminosa no atentado.

Compartilhe em Suas Redes Sociais