”PREFIRO MORRER” Maluf está “abatido” e passa noites em claro na Papuda, diz defesa

Gostou? Compartilhe!

Advogado descreve que deputado precisa do auxílio de companheiros de cela para levantar da cama e ir ao banheiro
Em sua primeira noite no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, o deputado Paulo Maluf (PP-SP), 86 anos, passou a noite “em claro” e “muito abalado”. A informação é do advogado de defesa do político, Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, que visitou Maluf neste sábado (23/12). Segundo Kakay, mesmo com o auxílio de remédios, o parlamentar não conseguiu dormir.

“Ele está muito abatido e com dificuldades, o que é natural para uma pessoa que tem os problemas que ele tem e está preso”, disse o defensor. Maluf se encontra detido na cela 10 da Ala B, no Bloco 5 do Centro de Detenção Provisória (CDP) da Papuda. O local é conhecido como “Ala dos Vulneráveis”, por abrigar policiais, políticos e idosos.

 

Kakay relata que, com dificuldade de locomoção, o parlamentar estaria sendo ajudado por companheiros de cela para atividades diárias, como levantar-se da cama ou ir ao banheiro. “Imagina uma pessoa de 86 anos que para ir ao banheiro tem que depender da ajuda de pessoas que ele nunca viu na vida”, comenta.

 

Em sua primeira noite no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, o deputado Paulo Maluf (PP-SP), 86 anos, passou a noite “em claro” e “muito abalado”. A informação é do advogado de defesa do político, Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, que visitou Maluf neste sábado (23/12). Segundo Kakay, mesmo com o auxílio de remédios, o parlamentar não conseguiu dormir.

 

“Ele está muito abatido e com dificuldades, o que é natural para uma pessoa que tem os problemas que ele tem e está preso”, disse o defensor. Maluf se encontra detido na cela 10 da Ala B, no Bloco 5 do Centro de Detenção Provisória (CDP) da Papuda. O local é conhecido como “Ala dos Vulneráveis”, por abrigar policiais, políticos e idosos.

Kakay relata que, com dificuldade de locomoção, o parlamentar estaria sendo ajudado por companheiros de cela para atividades diárias, como levantar-se da cama ou ir ao banheiro. “Imagina uma pessoa de 86 anos que para ir ao banheiro tem que depender da ajuda de pessoas que ele nunca viu na vida”, comenta.

 

O deputado divide a cela com o homem apontado como o chefe da Máfia dos Concursos no Distrito Federal, Hélio Ortiz. Ainda estão acomodados no mesmo espaço o holandês Frank Andy Edgar Uden, preso preventivamente por tráfico de drogas, e o farmacêutico Maikow Luiz de Araújo. Este último também está atrás das grades por associação com o tráfico, pois seu nome foi encontrado na agenda de um fornecedor.

Mesmo “abatido”, o deputado não teria registrado, segundo o advogado, nenhuma reclamação específica sobre o complexo penitenciário. “Para o sistema carcerário, ele está em um lugar razoável. A ala que ele está ainda oferece um pingo de dignidade”, afirma Kakay.

 

Prisão domiciliar
A defesa de Maluf havia apresentado um novo pedido à Vara de Execuções Penais do Distrito Federal para obter permissão para o cumprimento de pena em regime domiciliar. A solicitação, contudo, foi negada provisioramente nesta sexta (23) pelo juiz substituto do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) Bruno Aielo Macacari.

O magistrado, no entanto, destacou “a possibilidade de revisão da presente decisão, de caráter meramente provisório, a depender de laudo de perícia médica do Instituto Médico Legal (IML) e, principalmente, das informações a serem prestadas pela equipe médica com atuação no CDP”. As informações serão encaminhadas até a terça (26).

 

Condenação
Maluf foi condenado pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) a 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão, em regime fechado, pelo crime de lavagem de dinheiro. O político é acusado de desvios milionários em obras viárias, como o Túnel Airton Senna, a Avenida Água Espraiada e a Avenida Roberto Marinho, em São Paulo, entre 1993 e 1996, período em que foi prefeito da cidade.

 

Via: jornaldopais.com.br


Gostou? Compartilhe!