Produtores rurais explicam porque trocaram Alckmin por Bolsonaro

O Ex-assessor especial para o agronegócio de Geraldo Alckmin e irmão de Luiz Felipe D’Ávila, coordenador de campanha do tucano à presidência, o produtor Frederico D’Ávila, de 40 anos, é agora o homem forte de Jair Bolsonaro dentre or ruralistas, aponta matéria d’O Globo.

Diretor da Sociedade Rural Brasileira e pré-candidato a deputado pelo PSL, ele disse que os ruralistas se aproximaram de Bolsonaro pelas propostas de segurança nas áreas rurais, maior flexibilidade nas questões ambientais e o fim da demarcação de terras indígenas e quilombolas. Pautas antigas dos produtores rurais.

“Alckmin e nenhum outro candidato se posiciona sobre essas questões. Apenas Bolsonaro é firme sobre essas demandas do produtor rural”

Antes de trocar de presidenciável, D’Ávila alertou Alckmin para o que ele considera acenos do tucano à esquerda. Um deles foi a permissão de feira de produtos cultivados em assentamentos do MST no Parque Estadual da Água Branca, idealizado pela Sociedade Rural Brasileira.

“O parque é um templo sagrado ruralista. Para nós, foi um soco no estômago. O Alckmin quer agradar todo mundo e desagrada quem está com ele. Nós (os ruralistas) perdemos o entusiasmo com ele por falta de posicionamento.”

Via: republicadecuritiba.net