PT reafirma apoio ao governo ditatorial de Maduro na Venezuela

É sabido em todo o mundo a gravíssima situação em que a Venezuela se encontra. Mais do que isso, é fato consumado no Brasil que a crise venezuelana extrapola qualquer limite do aceitável, e é só voltar um pouco no tempo para perceber o quanto as vozes liberais e conservadoras brasileiras já alertavam para os crimes da ditadura socialista de Maduro.

O mais indignante, além da situação em que nossos irmãos venezuelanos estão sendo submetidos, é o esforço descomunal que a mídia brasileira faz para tentar esconder a gravidade da situação. Tudo em nome de uma ideologia genocida que há muito vem se mostrando como o maior mal da humanidade.

Diante disso é completamente inaceitável que o PT e o PCdoB reafirmem o apoio ao ditador Nicolás Maduro. Recentemente os dois partidos assinaram um documento que defende Maduro, mesmo com a crescente escalada da violência nas ruas e da opressão do governo sobre a oposição, já quase inexistente em solo venezuelano, e atuante somente no exílio.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Vale lembrar que os partidos estão unidos na chapa presidencial que tem como principal objetivo libertar Lula. Haddad é o candidato do PT, e a vice, Manuela DÁvila, é do PcdoB.

Outra voz determinante no apoio ao regime sanguinário e totalitário bolivariano é a petista Gleisi Hoffmann, que não tem problema nenhum em entoar aos quatro ventos o apoio que o PT direciona ao ditador Maduro.

 

Fonte: republicadecuritiba.net

Compartilhe em Suas Redes Sociais