“Querem me calar”, diz dono da Havan após declarar apoio a Jair Bolsonaro