Romero Jucá perde nos segundos finais e está fora do Senado

COMPARTILHARAM ISSO
  • 3.6K
    Shares

O senador Romero Jucá do MDB, que já chegou a ser líder no Congresso dos governos Lula, Dilma e Temer, não conseguiu se reeleger no Senado. 

Famoso pela frase “tem que estancar a sangria”, Jucá disputou a vaga até os últimos segundos. 

Para se ter uma ideia de como a disputa foi apertada, com 99,15% das urnas apuradas, Jucá estava atrás de Mecias de Jesus, do PRB, por apenas 401 votos. 

Com 99,91% das urnas apuradas, a diferença subiu para 434 votos. Neste momento, faltando apenas 389 votos para serem contabilizados, o homem que queria estancar a sangria já estava fora do Senado, para a sorte dos brasileiros. 

Com 100% das urnas apuradas, a diferença final ficou de apenas 426 votos. 

Chico Rodrigues, do DEM, já havia garantido a outra vaga há algum tempo, com mais de 110 mil votos.

Via: PAPOTV

 

  • 3.6K
    Shares