Sai Dilma, entra Temer, e o desprestígio as FFAA continua

Segundo o Radar, uma certa agitação tomou conta da caserna. Michel Temer visitará amanhã a feira de Defesa e Segurança, a mais importante do setor na América Latina, que acontecerá no Rio de Janeiro.

“O frenesi não se deu pela presença de quem manda, mas pela suposta ausência.

O cerimonial da presidência pisou na bola e avisou aos militares que Temer não irá passar por nenhum dos estandes das Forças Armadas brasileiras, que participam do evento.”

Foi o suficiente para o grupo dos botões dourados elaborar a tese de que é um sinal de desprestígio das forças junto ao Palácio do Planalto.

Temer acabou cedendo e acabará visitando pelo menos um estande.

Créditos papotv.com. br