Sepúlveda deixa a reunião com Cármen Lúcia profundamente irritado

O advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva finalmente conseguiu a audiência pretendida com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia.

A reunião demorou cerca de uma hora.

Assim que deixou o gabinete da presidente do STF, Sepúlveda foi cercado pela imprensa, mas demonstrando profunda irritação, não quis falar com ninguém.

Os jornalistas insistiram, perguntando se Cármen Lúcia teria manifestado uma previsão de quando seria pautado o habeas corpus de Lula.

Secamente, o colega de Zanin disse “Não”.

Parece que deu ‘ruim’.

 

(Jornal da Cidade)