Sérgio Moro condena filhas de Paulo Roberto Costa

O juiz Sérgio Moro apresentou sentença em ação contra o ex-diretor de Abastecimento Paulo Roberto Costa e quatro familiares por organização criminosa e embaraço às investigações da Polícia Federal.

Moro decidiu suspender a ação contra Paulo Roberto Costa em razão do acordo de colaboração premiada, no qual há um limite de penas que o ex-executivo já cumpre por outras condenações.

No entanto, as filhas de Paulo Roberto Costa, Arianna Azevedo Costa Bachmann e Shanni Azevedo Costa Bachmann, e o genro do ex-diretor da Petrobras, Márcio Lewkowicz, foram condenados pelo crime de embaraço de investigação de organização criminosa.

A pena de Arianna foi fixada em dois anos e quatro meses de prestação de serviços comunitários a entidade pública ou beneficente.

Já a pena de Shanni Azevedo foi fixada em um ano e oito meses, também de prestação de serviços comunitários a entidade pública ou beneficente. O genro de Paulo Roberto, Márcio Lewkowicz, foi condenado a dois anos e quatro meses de prestação de serviços comunitários.

Via: PAPOTV

Compartilhe em Suas Redes Sociais