Sérgio Moro esbanja elegância em alfinetada épica em José Eduardo Cardozo

O juiz Sérgio Moro e o ex-ministro da Justiça e informante de Dilma, José Eduardo Cardozo, dividiram uma mesa redonda neste sábado, no evento Brazil Forum UK 2017, em Londres.

Cardozo, como sempre, resolveu defender o PT e afirmou, segundo o Valor, que juízes “não são nunca neutros”, pois todos têm suas preferências e ideologias, e que é um risco se transformarem em agentes políticos, pois não foram eleitos para ter a devida legitimidade.

Sérgio Moro, como sempre, manteve a elegância e em sua palestra, disse que faz apenas uma interpretação ortodoxa do direito penal e que juízes não devem se preocupar com as repercussões políticas de seus julgamentos.

A alfinetada épica saiu quando o juiz falava sobre o apoio inicial da população aos processos contra a corrupção que, segundo ele, foi “fundamental para prevenir a obstrução da Justiça”. José Eduardo Cardozo ficou muito encabulado neste momento.

Moro destacou também que juízes obviamente não podem julgar casos baseados na opinião pública e sim “nas provas concretas dos processos”.

Via papotv.com.br