Sérgio Moro massacra defesa e manda Lula “chorar” na segunda instância


O juiz federal Sérgio Moro disse, em despacho desta terça (18), que os embargos de declaração do ex-presidente são incabíveis e rejeitou todos os pedidos feitos pela defesa do petista.

 

 

Não houve “omissões, obscuridades ou contradições na sentença que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.”, disse o juiz.

 

 

Ele ainda indicou que o caminho para Lula é recorrer em segunda instância.

 

 

VIA: PAPOTV