Sérgio Moro retira sigilo de parte de delação de Palocci

O brilhante juiz Sérgio Moro retirou o sigilo de parte da delação de Antônio Palocci, que teve acordo firmado com a Polícia Federal. 

De acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha, Palocci pagará uma multa de 35 milhões de reais e teve uma redução de 2/3 em sua pena.

Dentre alguns dados revelados na delação, sendo O Antagonista, Palocci disse que houve pagamento de propina para a inclusão de “emendas exóticas” em 900 das mil medidas provisórias editadas nos quatro governos do PT.

Além disso, Palocci também narrou várias formas de corrupção adotadas pela gestão petista em parceria com partidos aliados, associando diretamente o aparelhamento político da máquina pública à corrupção.

Detalhes do esquema de propinas na Sete Brasil, nas obras de Belo Monte, na compra de blocos de exploração na África e na relação entre o grupo Schahin, o PT e o instituto de pesquisas Vox Populi, também foram esclarecidos. 

Ainda, o ex-ministro também colaborou nos autos do inquérito aberto para apurar o vazamento da operação contra Lula.

    Compartilhe em Suas Redes Sociais