STF: Após Pressão De Defesa De Lula Fachin Volta Atrás E Envia Pedido De Liberdade Do Condenado Lula

Os Advogados Do Ex-Presidente Luiz Inácio Lula Da Silva Pediu Há Pouco Ao Ministro Do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin Que O Pedido De Liberdade Seja Julgado Na Sessão De Amanhã (26) Da Segunda Turma Da Corte.

 

A Defesa De Lula Também Pedem Que O Ministro Reconsidere Decisão Que Rejeitou Analisar O Caso.

No Novo Pedido, A Defesa Alega Que Lula Está Preso Ilegalmente Há 80 Dias E Pede Urgência No Julgamento.